Caligrafia experimental em Brasília

O problema é que o papel branco exige que eu escreva. Vou e escrevo. Sozinha no mundo, no alto de um morro. Eu queria ser regente musical, mas diz que mulher não pode ser por não ter resistência física. Ah, Schubert, adoce um pouco Brasília. Eu sou tão boa para Brasília.”

trecho de Brasília: esplendor, Clarice Lispector

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Cursos, Tipografia. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

One Response to Caligrafia experimental em Brasília

  1. Cláudio Gil disse:

    Que luxo!
    Obrigadíssimo!!!
    Abrax.
    Cláudio

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s